Textos para Inspiração

Circense de 10 anos corta os cabelos pela 1ª vez para doar para a amiga com câncer

Circense de 10 anos corta os cabelos pela 1ª vez para doar para a amiga com câncer Comentários desativados em Circense de 10 anos corta os cabelos pela 1ª vez para doar para a amiga com câncer

Katherine, de 10 anos, é filha de um casal de artistas circenses.

A menina era dona de belos e longos cabelos loiros, que nunca haviam sido cortados, pois os pais achavam que ela parecia com a Rapunzel, mas a passagem do circo em que trabalhavam pela cidade de Campinas, no interior de São Paulo, fez com que a menina convencesse os pais a mudarem de ideia.

Em Campinas, Katherine conheceu Bruna, a garota que tem a mesma idade que ela. Bruna luta contra o câncer e perdeu os cabelos por causa da doença.

A trupe do circo visitou o Centro Infantil Boldrini, onde Bruna se trata e foi aí que tudo começou. A menina, que já gostava de circo, aprendeu vários números, mas ganhou muito mais que isso.

Circense de 10 anos corta os cabelos pela 1ª vez para doar para a amiga com câncerVendo a história de Bruna, Katherine resolveu dar um presente a ela, cortou os cabelos para doar a nova amiga.

Katherine e a mãe foram até a casa de Bruna levar as madeixas, que foram embrulhadas em pacote de presente. Depois as meninas foram até uma loja de perucas, onde se divertiram experimentando perucas de várias cores e modelos.

A amizade das duas garotas ficou forte e agora elas são, como disseram, “irmãs de cabelo”.

Tantra Totem – Dalai Lama

Tantra Totem – Dalai Lama Comentários desativados em Tantra Totem – Dalai Lama

· Dê mais às pessoas, MAIS do que elas esperam, e faça com alegria.
· Decore seu poema favorito.
· Não acredite em tudo que você ouve, gaste tudo o que você tem e durma tanto quanto você queira.
· Quando disser “Eu te amo” olhe as pessoas nos olhos.
· Fique noivo pelo menos seis meses antes de se casar.
· Acredite em amor à primeira vista.
· Nunca ria dos sonhos de outras pessoas.
· Ame profundamente e com paixão.
· Você pode se machucar, mas é a única forma de viver a vida completamente.
· Em desentendimento, brigue de forma justa, não use palavrões.
· Não julgue as pessoas pelo seus parentes.
· Fale devagar mas pense com rapidez.
· Quando alguém perguntar algo que você não quer responder, sorria e pergunte: “Porque você quer saber?”.
· Lembre-se que grandes amores e grandes conquistas envolvem riscos.
· Ligue para sua mãe.
· Diga “saúde” quando alguém espirrar.
· Quando você se deu conta que cometeu um erro, tome as atitudes necessárias.
· Quando você perder, não perca a lição.
· Lembre-se dos três Rs: Respeito por si próprio, respeito ao próximo e responsabilidade pelas ações.
· Não deixe uma pequena disputa ferir uma grande amizade.
· Sorria ao atender o telefone, a pessoa que estiver chamando ouvirá isso em sua voz.
· Case com alguém que você goste de conversar. Ao envelhecerem suas aptidões de conversação serão tão importantes quanto qualquer outra.
· Passe mais tempo sozinho.
· Abra seus braços para as mudanças, mas não abra mão de seus valores.
· Lembre-se de que o silêncio, às vezes, é a melhor resposta.
· Leia mais livros e assista menos TV.
· Viva uma vida boa e honrada. Assim, quando você ficar mais velho e olhar para trás, você poderá aproveitá-la mais uma vez.
· Confie em Deus, mas tranque o carro.
· Uma atmosfera de amor em sua casa é muito importante. Faça tudo que puder para criar um lar tranquilo e com harmonia.
· Em desentendimento com entes queridos, enfoque a situação atual.
· Não fale do passado.
· Leia o que está nas entrelinhas.
· Reparta o seu conhecimento. É uma forma de alcançar a imortalidade.
· Seja gentil com o planeta.
· Reze. Há um poder incomensurável nisso.
· Nunca interrompa enquanto estiver sendo elogiado.
· Cuide da sua própria vida.
· Não confie em alguém que não fecha os olhos enquanto beija.
· Uma vez por ano, vá a algum lugar onde nunca esteve antes.
· Se você ganhar muito dinheiro, coloque-o a serviço de ajudar os outros, enquanto você for vivo. Esta é a maior satisfação de riqueza.
· Lembre-se que o melhor relacionamento é aquele em que o amor de um pelo outro é maior do que a necessidade de um pelo outro.
· Julgue seu sucesso pelas coisas que você teve que renunciar para conseguir.
· Lembre-se de que seu caráter é seu destino.
· Usufrua o amor e a culinária com abandono total.

 

Dalai Lama

Histórias que aquecem a alma

Histórias que aquecem a alma Comentários desativados em Histórias que aquecem a alma

O autor e conferencista Leo Buscaglia certa ocasião falou de um concurso em que tinha sido convidado como jurado. O objetivo era escolher a criança mais cuidadosa.

Eis alguns dos vencedores:

1. Um garoto de 4 anos tinha um vizinho idoso ao lado, cuja esposa havia falecido recentemente.
Ao vê-lo chorar, o menino foi para o quintal dele, e simplesmente sentou-se em seu colo. Quando a mãe perguntou a ele o que havia dito ao velhinho, ele respondeu:
– Nada. Só o ajudei a chorar.

2. Os alunos da professora de primeira série, Debbie Moon, estavam examinando uma foto de família.
Uma das crianças da foto tinha os cabelos de cor bem diferente dos demais. Alguém logo sugeriu que essa criança tivesse sido adotada. Logo uma menina falou:
– Sei tudo sobre adoção, porque eu fui adotada.
Logo outro aluno perguntou-lhe:
– O que significa “ser adotado”?
– Significa – disse a menina – que você cresceu no coração de sua mãe, e não na barriga!

3. Sempre que estou decepcionado com meu lugar na vida, eu paro e penso no pequeno Jamie Scott.
Jamie estava disputando um papel na peça da escola. Sua mãe me disse que tinha procurado preparar seu coração, mas ela temia que ele não fosse escolhido. No dia em que os papéis foram escolhidos, eu fui com ela para buscá-lo na escola. Jamie correu para a mãe, com os olhos brilhando de orgulho e emoção:
– Adivinha o quê, mãe!
E disse aquelas palavras que continuariam a ser uma lição para mim:
– Eu fui escolhido para bater palmas e espalhar a alegria!

4. Conta uma testemunha ocular de Nova York:
Num frio dia de dezembro, alguns anos atrás, um rapazinho de cerca de 10 anos, descalço, estava em pé em frente a uma loja de sapatos, olhando a vitrina e tremendo de frio. Uma senhora se aproximou do rapaz e disse:
– Você está com pensamento tão profundo, olhando essa vitrina!
– Eu estava pedindo a Deus para me dar um par de sapatos – respondeu o garoto…
A senhora tomou-o pela mão, entrou na loja e pediu ao atendente para dar meia dúzia de pares de meias para o menino. Ela também perguntou se poderia conseguir-lhe uma bacia com água e uma toalha. O balconista rapidamente atendeu-a e ela levou o garoto para a parte detrás da loja e, tirando as luvas, se ajoelhou e lavou seus pés pequenos e secou-os com a toalha.
Nesse meio tempo, o empregado havia trazido as meias. Calçando-as nos pés do garoto, ela também comprou-lhe um par de sapatos.
Ela amarrou os outros pares de meias e entregou-lhe. Deu um tapinha carinhoso em sua cabeça e disse:
– Sem dúvida, vai ser mais confortável agora.
Como ela logo se virou para ir, o garoto segurou-lhe a mão, olhou seu rosto diretamente, com lágrimas nos olhos e perguntou:
– Você é a mulher de Deus?

A vida é curta. Quebre regras, perdoe rapidamente, beije lentamente, ame de verdade, ria descontroladamente, e nunca pare de sorrir, por mais estranho que seja o motivo. Lembre-se que não há prazer sem riscos. A vida pode não ser a festa que esperávamos, mas uma vez que estamos aqui, temos que comemorar.

Histórias que aquecem o coração

Casais juntos há mais de 50 anos Comentários desativados em Casais juntos há mais de 50 anos

Em meio a um tempo de brigas, traições e separações, casais com mais 50 anos de união são considerados uma raridade. Mas eles existem e acabam se tornando inspiração pra muita gente.

Com essa visão, a fotógrafa Laura Fleishman criou um projeto chamado “Love Ever After” em que ela fotografa casais juntos há pelo menos meio século. O projeto já virou até livro.

Junto com as fotos são colocados depoimentos sobre o amor do casal. Veja alguns:

“Na verdade, você não pensa no fato que estamos envelhecendo. Primeiro porque envelhecemos junto com o outro, e quando você vê muito uma pessoa, você não percebe esse tipo de mudança. Por exemplo, você não percebe que está com uma ruguinha aqui, e que no outro dia está um pouco maior. Não, esse tipo de coisa simplesmente acontece (…). Quero dizer, você não fica pensando todo dia, “oh, meu marido tem 83 anos, vai fazer 84, oh meu deus, estou casada com um homem velho.” E espero que ele pense da mesma forma do que eu.” (Angie Terranova, Nova York)

“A gente se conheceu num baile. Era janeiro de 1938. Meu amigo me convidou para a festa e disse que teria um monte de jovens bonitas. Um outro soldado de botas de cano alto se aproximou dela, mas como ela não gostava de botas desse tipo, ela disse não para ele. Eu fui o segundo a me aproximar dela, com uma roupa diferente, mas até hoje ainda não sei se foi a minha vestimenta ou o meu rosto que fez com que ela se sentisse atraída por mim.” (Yevgeniy Kissin, Brooklyn)

“Agora eu vou fazer 88 anos. Minha esposa tem 85 anos, e eu só espero viver mais uns 5 ou 6 anos de vida. Isso é tudo o que queremos. A gente não quer viver muito mais. Na verdade, eu sempre disse para minha mulher que eu queria chegar nos 94. É a meta da minha existência. Eu adoraria ver meu neto trabalhando e minha neta se casando. A gente quer que eles sejam tão felizes quanto nós fomos.” (Moses Rubenstein, Brooklyn)

“Pouco a pouco a gente vai envelhecendo, mas nada muda em nossos corações. O amor se fortalece. É assim que eu sinto. E acho que ele sente o mesmo. Sim, ele foi meu primeiro amor. Meu primeiro e último amor.” (Leila Ramos, Brooklyn)

“A gente se conheceu antes da guerra, mas nunca havíamos nos falado. Ele estava com outras mulheres, porque ele era muito, muito mais velho do que eu. E ele era muito bonito! Era mais alto e era dono de um lugar onde fazia ternos. Quando voltamos da guerra ele foi à casa da minha irmã, e eu estava passando um tempo com ela. Em agosto, faremos 63 anos de casados. Posso dizer que o amor veio pouco a pouco, não de uma vez só. Éramos jovens e ele era muito mais velho do que eu, mas eu gostava dele. Ele falava comigo de um jeito muito agradável.” (Golda Pollac,  Brooklyn)

“Qual o segredo do amor? Um segredo é um segredo, e eu não revelo meus segredos!” (Ykov Shapirshteyn, Brighton Beach, Brooklyn.)

“Eu estava com problemas na escola porque tinha que fazer um trabalho sobre música e eu nunca tinha escrito nada sobre música. Minha mãe então sugeriu que eu fosse falar com David, porque ele sabia muito de música. Então fui lá com a esperança de que ele aceitasse escrever para mim! Mas ele disse não, eu te ajudo, mas você tem que escrever o trabalho. Ele sempre foi muito exigente. Depois que escrevemos o texto juntos, ele me convidou para ir a uma festa de um de seus amigos do exército. Sabe, eu nunca tinha olhado para ele com segundas intenções. E ele olhou para mim da forma que um homem que acabou de sair do exército olharia para qualquer mulher sexy” (Gloria Holtzman, Brooklyn)

Fotógrafo faz série da avó com seu galo para tirá-la da depressão 1

O fotógrafo francês Sacha Goldberg, preocupado com sua avó de 91 anos que apresentava sinais de depressão, teve a brilhantes ideia de fazer, como terapia,  uma série de fotos divertidas. Frederika, a avó de Sacha, e seu galo Bob encarnam super-heróis nas fotos.

A brincadeira deu tão certo que as fotos ficaram conhecidas mundialmente e a história virou livro. A saga continuou e agora a vovó e o galo aparecem em fotos em situações curiosas.

Jovem em estado terminal faz lista de desejos

Jovem em estado terminal faz lista de desejos Comentários desativados em Jovem em estado terminal faz lista de desejos

Sthephanie Knight, 21 anos, sofre de um raro tipo de câncer, ela resolveu tornar pública sua história em um blog para ajudar a arrecadar fundos para uma ONG especializada em pesquisas e apoio para os pacientes de sarcoma de Ewing, um tipo de câncer que acomete os ossos e é mais frequente em pessoas brancas entre os 10 e os 20 anos.

Sthephanie luta contra o câncer há 4 anos, a doença  foi detectada na região pélvica, ela teve que amputar uma das pernas por conta dela e no ano passado foi internada com fortes dores e teve o diagnóstico que a doença está fora de controle, ou seja, não há mais forma de ser curada.

A garota ganhou muito peso por conta da doença e perdeu os cabelos devido ao tratamento de quimioterapia.

Sabendo seu destino, Sthephanie resolveu fazer uma lista de desejos que gostaria de realizar antes de morrer, a família apoia a garota e já começou a ajudá-la na realização dos pedidos. A lista tem 36 itens, entre eles se encontram coisas simples como ir a shows de música, fazer muitas compras, rir até chorar ou o corpo doer, comer uma comida muito boa.

Alguns desejos são com a companhia de outras pessoas, como encontrar um time de futebol com o pai ou irmão, levar a irmã para conhecer famosos, sair de férias com a família e passar um fim de semana no spa com as amigas.

Alguns desejos vão mais além, ela diz que gostaria de saltar de um avião com um instrutor, aprender a tirar rolha de garrafa com uma espada, ter uma noite de coquetéis com garçons nus e encontrar o príncipe William e Kate. Até uma falsa despedida de solteira foi colocada na lista.

Segundo Rachel, irmã de Sthephanie, ela é uma pessoa altruísta e quer deixar boas lembranças para a família. Tem o sentimento que perdeu muito tempo com a doença e por isso quer aproveitar bem o tempo que lhe resta.

Jovem em estado terminal faz lista de desejos

Garoto de 10 anos cria empresa de reciclagem

Garoto de 10 anos cria empresa de reciclagem Comentários desativados em Garoto de 10 anos cria empresa de reciclagem

Uma aula sobre reciclagem em uma turma de alunos de 7 anos de idade. Parece normal, crianças aprendendo a importância de reutilizar materiais recicláveis, mas alguém naquela sala estava pensando muito além disso.

Vanis Buckholz, um menino de 7 anos de idade que assistia a essa aula resolveu entrar em ação, percebeu quantas coisas jogava fora sendo que poderiam ser recicladas. Ele pediu a ajuda dos pais e começou separando o lixo em casa, depois fez o mesmo com os parentes e vizinhos e logo ampliou para os amigos.

O patinete que usava se tornou insuficiente e teve que ser trocado por uma bicicleta com reboque acoplado, mas o crescimento não parou por aí, Vanis foi conquistando tantos clientes que passou a usar a caçamba de uma pick-up.

Com o passar do tempo e o crescimento do negócio, Vanis resolveu doar 25% do lucro para o Project Hope Alliance, projeto que apoia crianças e famílias sem-teto.

Hoje, a empresa já tem 3 anos, Vanis está com 10 e diz: “É muito fácil não fazer nada. Mas é muito bom fazer alguma coisa! Sempre digo a meus clientes que ‘qualquer coisa ajuda’. Mesmo uma simples garrafa”.

 Garoto de 10 anos cria empresa de reciclagem

A maior bronca que já levei Comentários desativados em A maior bronca que já levei

Tínhamos uma aula de Fisiologia na escola de medicina logo após a semana da Pátria. Como a maioria dos alunos havia viajado aproveitando o feriado prolongado, todos estavam ansiosos para contar as novidades aos colegas e a excitação era geral.

Um velho professor entrou na sala e imediatamente percebeu que iria ter trabalho para conseguir silêncio. Com grande dose de paciência tentou começar a aula, mas você acha que minha turma correspondeu ? Que nada. Com um certo constrangimento, o professor tornou a pedir silêncio educadamente. Não adiantou, ignoramos a solicitação e continuamos firmes na conversa. Foi aí que o velho professor perdeu a paciência e deu a maior bronca que eu já presenciei. Veja o que ele disse:

– “Prestem atenção porque eu vou falar isso uma única vez”, disse, levantando a voz e um silêncio carregado de culpa se instalou em toda a sala e o professor continuou.

– “Desde que comecei a lecionar, isso já faz muitos anos, descobri que nós professores, trabalhamos apenas 5% dos alunos de uma turma. Em todos esses anos observei que de cada cem alunos, apenas cinco são realmente aqueles que fazem alguma diferença no futuro; apenas cinco se tornam profissionais brilhantes e contribuem de forma significativa para melhorar a qualidade de vida das pessoas. Os outros 95% servem apenas para fazer volume; são medíocres e passam pela vida sem deixar nada de útil. O interessante é que esta porcentagem vale para todo o mundo. Se vocês prestarem atenção notarão que de cem professores, apenas cinco são aqueles que fazem a diferença; de cem garçons, apenas cinco são excelentes; de cem motoristas de táxi, apenas cinco são verdadeiros profissionais; e podemos generalizar ainda mais: de cem pessoas, apenas cinco são verdadeiramente especiais. É uma pena muito grande não termos como separar estes 5% do resto, pois se isso fosse possível, eu deixaria apenas os alunos especiais nesta sala e colocaria os demais para fora, então teria o silêncio necessário para dar uma boa aula e dormiria tranquilo sabendo ter investido nos melhores. Mas, infelizmente não há como saber quais de vocês são estes alunos. Só o tempo é capaz de mostrar isso. Portanto, terei de me conformar e tentar dar uma aula para os alunos especiais, apesar da confusão que estará sendo feita pelo resto. Claro que cada um de vocês sempre pode escolher a qual grupo pertencerá. Obrigado pela atenção e vamos à aula de hoje “.

Nem preciso dizer o silêncio que ficou na sala e o nível de atenção que o professor conseguiu após aquele discurso. Aliás, a bronca tocou fundo em todos nós, pois minha turma teve um comportamento exemplar em todas as aulas de Fisiologia durante todo o semestre; afinal quem gostaria de espontaneamente ser classificado como fazendo parte do resto ?

Hoje não me lembro muita coisa das aulas de Fisiologia, mas a bronca do professor eu nunca mais esqueci. Para mim, aquele professor foi um dos 5% que fizeram a diferença em minha vida. De fato, percebi que ele tinha razão e, desde então, tenho feito de tudo para ficar sempre no grupo dos 5%, mas, como ele disse, não há como saber se estamos indo bem ou não; só o tempo dirá a que grupo pertencemos.

Contudo, uma coisa é certa: se não tentarmos ser  especiais em tudo que fazemos, se não tentarmos fazer tudo o melhor possível, seguramente sobraremos na turma do resto.

Só mulher entende

Só mulher entende Comentários desativados em Só mulher entende

Que mulher nunca teve
Um sutiã meio furado,
Um primo meio tarado,
Ou um amigo meio viado?

Que mulher nunca tomou
Um fora de querer sumir,
Um porre de cair
Ou um lexotan para dormir?

Que mulher nunca sonhou
Com a sogra morta, estendida,
Em ser muito feliz na vida
Ou com uma lipo na barriga?

Que mulher nunca pensou
Em dar fim numa panela,
Jogar os filhos pela janela
Ou que a culpa era toda dela?

Que mulher nunca penou
Para ter a perna depilada,
Para aturar uma empregada
Ou para trabalhar menstruada?

Que mulher nunca comeu
Uma caixa de Bis, por ansiedade, online casino Uma alface, no almoço, por vaidade
Ou, um canalha por saudade?

Que mulher nunca apertou
O pé no sapato para caber,
A barriga para emagrecer
Ou um ursinho para não enlouquecer?

Que mulher nunca jurou
Que não estava ao telefone,
Que não pensa em silicone
Que ‘dele’ não lembra nem o nome?

Só as mulheres para entenderem o significado deste poema!

(Autor desconhecido – mas só pode ser mulher rs)

Só mulher entende

O dia em que dei de cara com a eternidade

O dia em que dei de cara com a eternidade Comentários desativados em O dia em que dei de cara com a eternidade

O dia em que dei de cara com a eternidade

Texto de Mario Quintana

Texto de Mario Quintana Comentários desativados em Texto de Mario Quintana

“As pessoas não estão neste mundo para satisfazer as nossas expectativas, assim como não estamos aqui para satisfazer as delas. Temos que nos bastar, nos bastar sempre, e quando procuramos estar com alguém, temos que nos conscientizar de que estamos juntos porque gostamos, porque queremos e nos sentimos bem, nunca por precisar de alguém. As pessoas não se precisam, elas se completam, não por serem metades, mas por serem inteiras, dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e vida.”

Texto de Mario Quintana
(Mario Quintana)

Desejo Comentários desativados em Desejo

“Desejo primeiro que você ame,
E que amando, também seja amado.
E que se não for, seja breve em esquecer.
E que esquecendo, não guarde mágoa.
Desejo, pois, que não seja assim,
Mas se for, saiba ser sem desesperar.

Desejo também que tenha amigos,
Que mesmo maus e inconsequentes,
Sejam corajosos e fiéis,
E que pelo menos num deles
Você possa confiar sem duvidar.
E porque a vida é assim,
Desejo ainda que você tenha inimigos.
Nem muitos, nem poucos,
Mas na medida exata para que, algumas vezes,
Você se interpele a respeito
De suas próprias certezas.
E que entre eles, haja pelo menos um que seja justo,
Para que você não se sinta demasiado seguro.

Desejo depois que você seja útil,
Mas não insubstituível.
E que nos maus momentos,
Quando não restar mais nada,
Essa utilidade seja suficiente para manter você de pé.

Desejo ainda que você seja tolerante,
Não com os que erram pouco, porque isso é fácil,
Mas com os que erram muito e irremediavelmente,
E que fazendo bom uso dessa tolerância,
Você sirva de exemplo aos outros.

Desejo que você, sendo jovem,
Não amadureça depressa demais,
E que sendo maduro, não insista em rejuvenescer
E que sendo velho, não se dedique ao desespero.
Porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor e
É preciso deixar que eles escorram por entre nós.

Desejo por sinal que você seja triste,
Não o ano todo, mas apenas um dia.
Mas que nesse dia descubra
Que o riso diário é bom,
O riso habitual é insosso e o riso constante é insano.

Desejo que você descubra ,
Com o máximo de urgência,
Acima e a respeito de tudo, que existem oprimidos,
Injustiçados e infelizes, e que estão à sua volta.

Desejo ainda que você afague um gato,
Alimente um cuco e ouça o joão-de-barro
Erguer triunfante o seu canto matinal
Porque, assim, você se sentirá bem por nada.

Desejo também que você plante uma semente,
Por mais minúscula que seja,
E acompanhe o seu crescimento,
Para que você saiba de quantas
Muitas vidas é feita uma árvore.

Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro,
Porque é preciso ser prático.
E que pelo menos uma vez por ano
Coloque um pouco dele
Na sua frente e diga “Isso é meu”,
Só para que fique bem claro quem é o dono de quem.

Desejo também que nenhum de seus afetos morra,
Por ele e por você,
Mas que se morrer, você possa chorar
Sem se lamentar e sofrer sem se culpar.

Desejo por fim que você sendo homem,
Tenha uma boa mulher,
E que sendo mulher,
Tenha um bom homem
E que se amem hoje, amanhã e nos dias seguintes,
E quando estiverem exaustos e sorridentes,
Ainda haja amor para recomeçar.
E se tudo isso acontecer,
Não tenho mais nada a te desejar ”

Victor Hugo

Verdadeiro Amigo

Verdadeiro Amigo Comentários desativados em Verdadeiro Amigo

Meu amigo não voltou do campo de batalha, Senhor, solicito permissão para ir busca-lo – disse um soldado ao seu tenente.

“Permissão negada” – replicou o oficial – “Não quero que arrisque a sua vida por um homem que provavelmente está morto”.

O Soldado ignorando a proibição, saiu, e uma hora mais tarde regressou, mortalmente ferido, transportando o cadáver de seu amigo.

O Oficial estava furioso: “Já tinha de dito que ele estava morto!!! Agora eu perdi dois homens”! Diga-me: “Valeu a pena ir lá para pegar um cadáver?”

E o Soldado, moribundo, respondeu: “Claro que sim, Senhor! Quando o encontrei, ele ainda estava vivo e pode me dizer”

“Tinha certeza que você viria!”

Um amigo é aquele que chega quando todo o mundo já se foi.

(Autor desconhecido)

Verdadeiro amigo


Seu cliente está satisfeito? Comentários desativados em Seu cliente está satisfeito?

Nos Estados Unidos, a maioria das residências tem por tradição ter na frente um lindo gramado. E, para este serviço, há diversos jardineiros autônomos que fazem reparos nestes jardins.
Um dia, um Executivo de Marketing de uma grande empresa americana contratou um desses jardineiros.
Chegando em sua casa, o executivo viu que estava contratando um garoto de apenas 18 anos de idade. Claro que o executivo ficou surpreso. Quando o garoto terminou o serviço, solicitou ao executivo a permissão para utilizar o telefone.
O executivo, encantado com a educação do garoto, prontamente atendeu ao pedido e, muito curioso com a atitude do garoto, não pôde deixar de escutar a conversa.
O garoto havia ligado para uma senhora e perguntara:
– A senhora está precisando de um jardineiro?
– Não. Eu já tenho um
– respondeu a senhora.
– Mas, além de aparar, eu também tiro o lixo.
– Isso o meu jardineiro também faz.
– Eu limpo e lubrifico todas as ferramentas no final do serviço – disse o garoto.
– Mas isso o meu jardineiro também faz.
– Eu faço a programação de atendimento o mais rápido possível.
– O meu jardineiro também me atende prontamente.
– O meu preço é um dos melhores.
– Não, muito obrigada! O preço do meu jardineiro também é muito bom.
Quando o garoto desligou o telefone, o executivo perguntou:
– Você perdeu um cliente?
– Não – respondeu o garoto.
– Eu sou o jardineiro dela. Eu apenas estava verificando o quanto ela estava satisfeita com o meu serviço.
Isso nos faz refletir em como estamos tratando os nossos clientes internos e externos e nos mostra que é muito importante medir a satisfação dos clientes com relação aos nossos serviços.

Lição do Tempo

Lição do Tempo Comentários desativados em Lição do Tempo

“Quando um pássaro está vivo ele come as formigas, mas quando o pássaro morre, são as formigas que o comem. Tempo e circunstâncias podem mudar a qualquer minuto. Por isso, não desvalorize ou machuque ninguém e nenhuma coisa à sua volta. Você pode ter poder hoje, mas lembre-se: o tempo é muito mais poderoso do que qualquer um de nós!

Saiba que uma árvore faz um milhão de fósforos, mas basta um fósforo para queimar milhões de árvores. Portando, seja bom! Faça o bem!.”

Lição do Tempo

Conselhos de uma árvore

Conselhos de uma árvore Comentários desativados em Conselhos de uma árvore

Fique em pé e orgulhoso de si.

Lembre-se de suas raízes.

Beba bastante água.

Valorize sua beleza natural.

Aprecie sempre a vista.

Conselhos de uma árvore

Ser você mesmo Comentários desativados em Ser você mesmo

Música “Be Yourself” – Audioslave

Be Yourself

Someone falls to pieces
Sleeping all alone
Someone kills the pain
Spinning in the silence
To finally drifts away
Someone gets excited
In a chapel yard
Catches a bouquet
Another lays a dozen
White roses on a grave

(yeah)
And be yourself is all that you can do
(yeah)
To be yourself is all that you can do

Someone finds salvation
in everyone
And another only pain
Someone tries to hide himself
Down inside himself he prays
Someone swears his true love
Until the end of time
Another runs away
Separate or united?
Healthy or insane?

And be yourself is all that you can do
(All that you can do)
To be yourself is all that you can do
(All that you can do)
To be yourself is all that you can do
(All that you can do)
To be yourself is all that you can do

Even when you’ve paid enough,
Been pulled apart
Or been held up
With every single memory of
The good or bad
Faces of love
Don’t lose any sleep tonight
I’m sure everything will end up alright

You may win or lose

But to be yourself is all that you can do
(Yeah)
To be yourself is all that you can do
(Oh)
To be yourself is all that you can do
(All that you can do)
To be yourself is all that you can do
(All that you can do)
To be yourself is all that you can
Be yourself is all that you can
Be yourself is all that you can do

Ser você mesmo

Alguém cai aos pedaços
Dormindo sozinho
Alguém mata a dor
Girando no silêncio
Pra finalmente ir pra longe
Alguém se excita
Numa capela
Apanha um buquê
Outro coloca uma dúzia
De rosas brancas sobre um túmulo

(yeah)
Ser você mesmo é tudo o que pode fazer…
(yeah)
Ser você mesmo é tudo o que pode fazer…

Alguém encontra salvação
Em todo mundo
Outro, apenas dor
Alguém tenta se esconder
Por dentro ele reza
Alguém jura verdadeiro amor
Até o fim dos tempos
Outro, foge
Separados ou juntos
Saudáveis ou loucos

Ser você mesmo é tudo o que pode fazer…
(tudo o que pode fazer)
Ser você mesmo é tudo o que pode fazer…
(tudo o que pode fazer)
Ser você mesmo é tudo o que pode fazer…
(tudo o que pode fazer)
Ser você mesmo é tudo o que pode fazer…

Mesmo tendo pago o suficiente,
Tendo rompido
Sendo impedido
Toda simples memória
Boa ou Má
Traços de amor
Não perca o sono essa noite
Tenho certeza de que tudo terminará bem

Você pode ganhar ou perder

Mas ser você mesmo é tudo o que pode fazer…
(Yeah)
Ser você mesmo é tudo o que pode fazer…
(oh)
Ser você mesmo é tudo o que pode fazer…
(tudo o que pode fazer)
Ser você mesmo é tudo o que pode fazer…
(tudo o que pode fazer)
Ser você mesmo é tudo o que pode…
Ser você mesmo é tudo o que pode…
Ser você mesmo é tudo o que pode fazer…

Canção Mínima

Canção Mínima Comentários desativados em Canção Mínima

No mistério do sem-fim
equilibra-se um planeta.
E, no planeta, um jardim,
e, no jardim, um canteiro;
no canteiro uma violeta,
e, sobre ela, o dia inteiro,
entre o planeta e o sem-fim,
a asa de uma borboleta.

Canção Mínima

(Cecília Meireles)

Aula de Direito Comentários desativados em Aula de Direito

Uma manhã, quando nosso novo professor de “Introdução ao Direito” entrou na sala, a primeira coisa que fez foi perguntar o nome a um aluno que estava sentado na primeira fila:

– Como te chamas?

– Chamo-me Juan, senhor.

– Saia de minha aula e não quero que voltes nunca mais! – gritou o desagradável professor.

Juan estava desconcertado. Quando voltou a si, levantou-se rapidamente, recolheu suas coisas e saiu da sala. Todos estavam assustados e indignados, porém, ninguém falou nada.

– Agora sim! – e perguntou o professor – para que servem as leis?…

Seguíamos assustados, porém, pouco a pouco começamos a responder à sua pergunta:

– Para que haja uma ordem em nossa sociedade.

– Não! – respondia o professor.

– Para cumpri-las.

– Não!

– Para que as pessoas erradas paguem por seus atos.

– Não!!

– Será que ninguém sabe responder a esta pergunta?!

– Para que haja justiça – falou timidamente uma garota.

– Até que enfim! É isso… para que haja justiça. E agora, para que serve a justiça?

Todos começavam a ficar incomodados pela atitude tão grosseira. Porém, seguíamos respondendo:

– Para salvaguardar os direitos humanos…

– Bem, que mais? – perguntava o professor.

– Para diferenciar o certo do errado…  Para premiar a quem faz o bem…

– Ok, não está mal, porém… respondam a esta pergunta: agi corretamente ao expulsar Juan da sala de aula?

Todos ficaram calados, ninguém respondia.

– Quero uma resposta decidida e unânime!

– Não!! – respondemos todos a uma só voz.

– Poderia dizer-se que cometi uma injustiça?

– Sim!!!

– E por que ninguém fez nada a respeito? Para que queremos leis e regras se não dispomos da vontade necessária para praticá-las?

– Cada um de vocês tem a obrigação de reclamar quando presenciar uma injustiça. Todos. Não voltem a ficar calados, nunca mais!

– Vá buscar o Juan – disse, olhando-me fixamente.

Naquele dia recebi a lição mais prática no meu curso de Direito.

Quando não defendemos nossos direitos perdemos a dignidade e a dignidade não se negocia.

Diferença entre pessoas bem-sucedidas e pessoas malsucedidas

Diferença entre pessoas bem-sucedidas e pessoas malsucedidas Comentários desativados em Diferença entre pessoas bem-sucedidas e pessoas malsucedidas

Pessoas bem-sucedidas perdoam os outros, pessoas malsucedidas guardam rancor.

As bem-sucedidas dão créditos aos outros pelas vitórias que conseguem, já as malsucedidas retiram valor às vitórias das outras pessoas.

Pessoas bem-sucedidas aceitam a responsabilidade pelos seus próprios erros, as malsucedidas culpam ou outros, as circunstâncias e outras coisas pelos seus erros.

Pessoas bem-sucedidas parabenizam, pessoas malsucedidas criticam.

As pessoas bem-sucedidas leem todos os dias, as malsucedidas veem TV todos os dias.

As bem-sucedidas mantêm um diário, as malsucedidas dizem que tem um diário, mas na realidade não tem.

Pessoas bem-sucedidas falam sobre ideias, malsucedidas falam sobre pessoas.

As bem-sucedidas querem que outros vençam, as pessoas malsucedidas secretamente desejam o mal dos outros.

Pessoas bem-sucedidas partilham informação, as malsucedidas escondem informação.

As pessoas bem-sucedidas têm uma lista de coisas que querem se, já as malsucedidas não sabem o que querem ser.

Pessoas que são bem-sucedidas transpiram alegria, pessoas que são malsucedidas exudam azedume.

As bem-sucedidas têm uma lista de coisas a fazer, enquanto as malsucedidas vivem sem planejar e sem objetivos.

Pessoas bem-sucedidas definem objetivos e planos, pessoas malsucedidas não estabelecem objetivos.

Pessoas bem-sucedidas aprendem continuamente, as malsucedidas acham que já sabem o suficiente.

As pessoas bem-sucedidas abraçam as mudanças, as malsucedidas temem as mudanças.

Pessoas bem-sucedidas operam desde uma perspectiva transformadora, já as malsucedidas operam desde uma perspectiva economicista.

Diferença entre pessoas bem-sucedidas e pessoas malsucedidas